Top 10 Momentos para um Mercado de Alimentos Melhor de 2018

Graças a vocês, nossos leais apoiadores, 2018 foi incrível! Ao fechar o ano fizemos uma retrospectiva dos 10 melhores momentos durante esses 12 meses. Vocês impulsionaram o futuro de uma indústria de alimentos melhor por meio das suas parcerias, e não poderíamos ser mais gratos por isso.

Nós saboreamos esses momentos de 2018 quando…

  1. A Equipe Internacional lançou o GFI-Ásia-Pacífico e o GFI-Israel! O GFI tem a honra de ser um dos membros fundadores da Aliança de Alimentos Plant-Based da China. Com funcionários agora no Brasil, Índia, Ásia-Pacífico e Israel, o GFI está espalhando boa comida pelo mundo todo.

 

Diretora Geral da GFI-Ásia-Pacífico, Elaine Siu, no Fórum da Alimentação do Futuro 2018 em Pequim.

 

  1. As equipes de Políticas e SciTech do GFI testemunharam no Hill, jornal político norte-americano publicado em Washington, (diversas vezes). O GFI tem o único lobista do mundo focado em tempo integral em proteínas limpas e plant-based, e ele é apoiado por toda a nossa equipe de políticas. À medida que o debate sobre como a carne desenvolvida a partir de células deve ser regulamentada no desenrolar deste ano, o GFI conversou com o Congresso, com a FDA (Food and Drug Administration), e com a USDA, Departamento de Agricultura dos Estados Unidos, sobre como o governo pode ajudar a inovação alimentar a se enraizar nos Estados Unidos.

 

  1. A Dra. Sylvia Earle fez gesto de comemoração sobre os frutos do mar limpos. Segura coração! A Dra. Earle é uma lendária oceanógrafa, exploradora residente da National Geographic, e presidente e chairman da Mission Blue. Ela se juntou à cientista sênior do GFI, Dra. Liz Specht, no palco da Conferência The Good Food para apresentar um Documento de Ação de Oportunidades do Oceano do GFI e lançar a nossa Iniciativa de Frutos do Mar Sustentáveis.

 

Dra. Earle acredita que “nós realmente deveríamos aderir” à clean meat dos frutos do mar.

 

  1. A Equipe de Inovação do GFI deu os últimos retoques no Startup Manual Guide do The Good Food Institute e o compartilhou com o mundo. Este extenso guia passo-a-passo para iniciar uma empresa de carne limpa ou plant-based está repleto de ideias de empresários de sucesso do setor de alimentos. E se você quiser mergulhar ainda mais a fundo, encontrará muitos recursos adicionais cuidadosamente selecionados.

 

  1. Nós provamos o futuro da alimentação na Conferência The Good Food! Este evento reuniu pioneiros da indústria de alimentos, especialistas em políticas, empresários e cientistas de todo o mundo, esgotando os ingressos seis semanas antes com 500 participantes e mais de 4.400 espectadores do livestream. Graças à generosidade dos nossos patrocinadores – incluindo os patrocinadores do almoço, Impossible Foods e Beyond Meat, e o patrocinador Gold, MorningStar Farms – as refeições superaram o nome da conferência.

O futuro está servido.

 

  1. A cientista sênior do GFI, Dra. Liz Specht, divulgou uma reportagem de capa para a Food Technology! Esta revista é afiliada ao Instituto de Tecnólogos Alimentares. No momento em que atrair talentos científicos para o espaço da boa comida é essencial, o artigo da Dra. Liz, “O futuro da carne está livre de animais?”, conquistou os leitores da maior sociedade profissional de ciência alimentar do mundo. Isto é apenas uma amostra de todas publicações de acesso aberto do GFI lançadas ano passado!

 

  1. A Equipe de Engajamento Corporativo do GFI calculou que as vendas de carne plant-based aumentaram 23% do varejo no ano passado nos EUA! Esta é apenas uma das muitas perspectivas do segundo lançamento anual do GFI dos dados da Nielsen para alimentos plant-based. Essas perspectivas ganharam ampla cobertura, inclusive na AFP (Agence France-Presse – agência de notícias francesa), The Washington PostFast Company, com o título: “As pessoas realmente estão interessadas em carnes plant-based nos dias de hoje.” Sim! Bastante.

 

 

  1. O GFI-Bras width=”163″ height=”136″il descobriu um mercado de quase 60 milhões de brasileiros que estão escolhendo alimentos plant-based. O GFI fez uma parceria com uma empresa internacional de pesquisa de consumidores para realizar uma pesquisa sobre as atitudes dos consumidores em relação a alimentos plant-based no Brasil. Claramente, esta é a hora para um churrasco brasileiro plant-based.

 

  1. A próxima geração de inovadores da boa comida reuniu-se na Kellogg School of Management para o nosso evento: Repensando sobre as Carnes! Com palestrantes da Memphis Meats, Kraft Heinz e Tyson (“Não queremos ser rompidos. Queremos fazer parte da disrupção”), essa foi uma das muitas iniciativas de campus de alto impacto do GFI projetada para inspirar cientistas e empresários em escolas por todos os EUA.

 

  1. O diretor executivo e co-fundador do GFI, Bruce Friedrich, obteve a última palavra no New York Times sobre nosso processo contra a lei de rotulagem inconstitucional de Missouri. Como Bruce colocou, “eles estão ameaçando colocar pessoas na cadeia por chamarem hambúrgueres vegetarianos de ‘hambúrgueres vegetarianos’”. Isto é Orwelliano. O GFI fez uma parceria com a Tofurky, com a ACLU (União Americana pelas Liberdades Civis) de Missouri, e com a Liga de Defesa Animal para interceptar a lei no tribunal. Estamos trabalhando para obter a última palavra por lá também. Manteremos você informado!

 

Com o seu apoio, 2019 será um ano de novos avanços no aproveitamento do poder da inovação de alimentos e de mercados para criar um sistema alimentar sustentável, saudável e justo.

 

Escrito por Mary Allen. Traduzido por Fernanda Onça.