Projetos com feijão conquistam primeiro e segundo lugar no FI Awards 2023

A Avante Food Systems e a SL Alimentos foram as grandes vencedoras do FI Awards 2023. Consideradao o maior prêmio de inovação da indústria de alimentos, bebidas e ingredientes, o Food and Ingredients Innovation Awards e StartUp Innovation Challenge aconteceu no dia 16 de outubro, em São Paulo, e consagrou dois projetos de feijão, um ingrediente nacional, de baixo custo, plantio sustentável, alto valor nutricional e que tem muito potencial de assumir maior protagonismo no setor de alimentos plant-based, onde a soja e a ervilha ainda predominam como fontes proteicas.

A SL Alimentos, empresa referência em alimentação humana e nutrição animal, conquistou o prêmio “Inovação em Sustentabilidade” com sua proteína concentrada de feijão caupi, que pode ser utilizada para a aplicação em alimentos infantis, extrusados, biscoitos, pães, bolos suplementos, análogos de carne e proteína texturizada. Além de conter o dobro de proteínas em relação aos demais cereais utilizados pela indústria, o feijão caupi é altamente nutritivo, rico em fero e zinco, e oferece diversos benefícios à saúde.

 

 

Para o diretor de Pesquisa, Desenvolvimento & Inovação da SL Alimentos, Thomaz Setti, “o feijão é o ingrediente do presente e do futuro, porque é obtido sem a necessidade de explorar os recursos hídricos e sem a utilização de reagentes químicos. Para o consumidor, oferece ainda as vantagens de aumentar o teor de proteína dos alimentos e melhorar o perfil de aminoácidos, além de contribuir para a segurança alimentar. Estamos emocionados e orgulhosos com esse reconhecimento”.

Já a paulista Avante Food Systems, antiga R & S BLUMOS, foi finalista em duas categorias e premiada na categoria Sustentabilidade com sua proteína culinária Carnevale® WUT. O alimento é obtido por extrusão úmida e elaborado a partir de proteínas de leguminosas brasileiras combinadas, proporcionando um ingrediente 100% plant-based, de textura proteica única e versátil, com até 23% de proteínas, zero carboidratos, baixa gordura e calorias e livre de conservantes. Um de seus ingredientes principais é um concentrado protéico de feijão carioca de upcycling, iniciativa pioneira no mundo na criação e aplicação de ingredientes do feijão carioca. Hoje as proteínas culinárias Carnevale® são comercializadas para clientes industriais através da BLUMOS e para estabelecimentos como restaurantes, hotéis e cafeterias por meio da Plural Food Solutions.

“É uma proteína boa para o planeta e boa para as pessoas que buscam diversificar suas fontes proteicas, por ser versátil para múltiplas receitas e pratos, deliciosa e com textura surpreendente. E, para oferecer pratos proteicos e deliciosos com a Carnevale WUT, estamos nos aproximando de Chefs de cozinha que elevam o potencial da nossa proteína culinária e tornam a experiência sensorial incrível”, afirma Fernando Santana, CEO da Avante Food Systems.

A premiação do FI Awards comprova que o feijão é um foco estratégico que está ganhando espaço. Recentemente, o GFI Brasil está financiou uma pesquisa conduzida pela Dra. Caroline Mellinger, pesquisadora da Embrapa, que visa encontrar alternativas para o uso do feijão carioca pela indústria de proteínas alternativas.

 

Além disso, também estamos trabalhando junto a associações de produtores rurais do Mato Grosso e à Secretaria de Desenvolvimento Econômico do estado na elaboração de um acordo de cooperação técnica que tem como objetivo testar a viabilidade, tanto tecnológica quanto econômica, do processamento de feijão dentro das cooperativas rurais. 

Leia também

Nova pesquisa do GFI Brasil aponta os principais comportamentos e perfis do consumidor de alternativas plant-based no Brasil 

Nova pesquisa do GFI Brasil aponta os principais comportamentos e perfis do consumidor de alternativas plant-based no Brasil 

Amplie seu conhecimento sobre proteínas alternativas com as novas aulas do curso do GFI Brasil

Amplie seu conhecimento sobre proteínas alternativas com as novas aulas do curso do GFI Brasil

GFI Brasil abre chamada para Estudos Direcionados sobre proteínas alternativas

GFI Brasil abre chamada para Estudos Direcionados sobre proteínas alternativas